sábado, julho 05, 2008

mimar


Fui dar mimo às minhas árvores. Reparei que à laranjeira nasceram umas discretas flores brancas, que os sete frutos do pessegueiro cresceram um pouco e que a ameixoeira exibe, embora com tímido orgulho, novos rebentos. Só o loureiro e o medronheiro me pareceram um pouco desmotivados, talvez porque tenho descurado o papel de mãe e as árvores pequeninas, como a gente pequenina, requerem mais cuidado e atenção.

Terminada a rega, fiz como o meu amigo J. me aconselhou: meti as mãos na terra molhada, para absorver a energia que emana da Natureza. Não sei se foi disso, mas estou bem disposta!

5 comentários:

Anónimo disse...

Que linda folhinha de ameixeira! Que cresça muito e dê muitas ameixas para eu e a minha mãe provar-mos.
Bjihos Ana Luís

Cristina GS disse...

Um medronheiro!? O fruto mítico, da minha infância. Os últimos que comi colhi-os em Novembro de 2006 na mata do Buçaco, às vezes também os colho lá pela serra da Arrábida. Quando isso acontece (apesar dos quase 45) sinto-me outra vez com 7 ou 8, até sinto as esfoladelas nas pernas. Abraço e bom domingo

Cristina GS disse...

está uma , a mais lá em cima ente mítico e minha. desculpa

Anónimo disse...

Curiosamente , não são míticos para mim , porque os conheci , os comi , os dei a provar , e dele o medronheiro gigante , solitário no barro vermelho , punha eu andar os melros ... è de facto magnífico , ainda lá deve estar e tem pelo menos pelas minhas contas, mais de 60 anos ... Hei- de saber... já escrevi sobre o medronheiro.... »o sono do outono dado à boca por dentro»
cordialmente

José Ribeiro Marto

deep disse...

Fica prometido, Ana Luís: logo que tenha ameixas sereis, tu e a mãe, minhas convidadas para as provar!

Cristina, eu também gosto muito de medronheiros - da árvore em si, da forma, cor e sabor dos frutos. A vírgula a mais não tem importãncia, não te preocupes. :)

Zé Marto, à excepção do meu e do da minha vizinha, só conheço medronheiros no campo, no meio das giestas e das estevas. Quando vamos apanhar azeitona, no intervalo para a merenda, costumamos tirar uns minutos para ir apanhar medronhos.

Um abraço para todos e votos de boa semana. :)