quarta-feira, julho 02, 2008

liberdade

Cada vez que observo mais atentamente o peixe, converso com ele ou lhe mudo a água, lembro-me desta história. Definitivamente: não vou comprar um peixe para mim!

6 comentários:

Anónimo disse...

A história é mto bonita, mas espero q ñ estejas a pensar o mm p o teu inquilino temporário, alguém ia ficar mto triste... parece-m...

Bjis p ti

rubia

Ana disse...

nunca gostei de peixes e pássaros em casa. fazem de nós reles egoístas carcereiros!
e ainda não foi reclamado o pobre bicho?
bjoca

pinky disse...

tb não gosto, animais aprisionados, não!

Infame da Vileza disse...

Nunca poderei ter um animal prisioneiro de um espaço e dependente de mim. Só um de duas patas! Um assim pode ser.
E os cães com roupa e lacinhos? Onde podemos chegar.
Bjs

Anónimo disse...

Todos os gostamos de ser livres e os animais não são excepção...

Anónimo disse...

eu gosto de animais em casa , gatos e peixes, a liberdade do primeiro pode não ser totalmente a sua , a do peixe, e tenho vários tem toda a liberdade na água do aquário...
Na cidade outos animais não , ou pelo menos nas grandes cidades !
Cordialmente
José Ribeiro Marto