quinta-feira, maio 22, 2008

o outro

Eu não sou eu nem sou o outro Sou qualquer coisa de intermédio; Pilar da ponte de tédio Que vai de mim para o Outro. (Mário de Sá-Carneiro, Poesias Completas)

2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Fiquei sem saber quem era o Mário... eheheheh...
Bela música, gosto da cantora.

Bom feriado, beijinhos.

Anónimo disse...

...vou ouvir depois do jantar !
então , até já!
JRMarto