sábado, maio 10, 2008

De volta a casa

(Tirada do mesmo sítio da anterior... ontem o céu estava cinzento!)

de bolso mais leve, mas de alma lavada.
Foi bom regressar à Invicta, passar por ruas e lugares que, em tempos, foram quotidianos e que não revia há muito -a Quinta do Covelo, a Escola Filipa de Vilhena, em cujo recinto decorria,como há anos, o habitual jogo de futebol dos sábados de manhã, a Rua do Cantor Zeca Afonso, que conheci como descampado, hoje de cara lavada, as eternas casas degradadas da rua de Camões, a moderna estação da Trindade actualmente entregue ao Metro, a cinzenta e fria Avenida dos Aliados... de cortar o coração! - e, anónima, andar por entre a gente, entrar nas lojas, sentir o cheiro dos livros, sentar num café para saborear um cimbalino...

Da viagem... não encontro palavras para traduzir o êxtase dos sentidos que, nesta altura do ano, Trás-os-Montes nos proporciona.

A chuva, essa, deu tréguas...

4 comentários:

ana maria disse...

Tão bom... É um prazer passear assim, anónima, observar as coisas e as pessoas, vaguear...
Porto, Coimbra e Aveiro são os meus espaços de vadiagem anónima...E o regresso deve ter sido, de facto, uma bela sobremesa!
Baterias recarregadas para a semana de trabalho...Boa Domingo!

Infame da Vileza disse...

Como te compreendo!
Bom fim de semana!

Yashmeen disse...

A Invicta é um prazer que, desde que morreu a minha avó, ainda não consegui retomar. Misturam-se as boas recordações com as dolorosas.

deep disse...

Nem duvidem, meninas!

Yashmeen, com o tempo a dor há-de atenuar-se e verás que o Porto voltará a ser um lugar para vivências felizes. :)

Boa semana para todas. Bjs