quinta-feira, maio 15, 2008

alter ego

(Imagem tirada da net)

Não é de hoje esta estranheza, este "outrar-se" que se avoluma quando, noite dentro, o silêncio pesa sobre os móveis e escorre pelas paredes.
Não é de hoje aquela que, do espelho, a fita com os olhos que não são os seus, ainda que igualmente castanhos e em que perpassam lampejos de crueldade, de loucura... quiçá. Tomam-na, de súbito, a surpresa, o assombro, o medo. Em fragmentos, a certeza de que caminha no fio da navalha, na ténue fronteira entre a lucidez e a alucinação, na linha que pode separar um homem de bem de um criminoso.

5 comentários:

wandolas disse...

Fiquei com a sensação de que algo n está bem....
Ajuda disponível.
Bjinhos

deep disse...

Wandolas, não te preocupes... está tudo bem. Devaneios...

Thanks for you help! :)

Beijocas e bom trabalho

Infame da Vileza disse...

Fio da Navalha? A linha?
Quem nos ensinou que temos de estar um dos lados da navalha foi perverso e hipócrita. E mais, ensinaram-nos que passar esse fio é dor, é sangue. Grande mentira! É possível passar e repassar as vezes que nos apetecer ou caminhar em cima desse fio e continuar a ser lúcida e/ou alucinada e continuar a ser boa e/ou má,...

Infame da Vileza disse...

aqui vai o "n" que se perdeu das palavras que te enviei.

La rubia disse...

O fio da navalha e a linha são os limites religiosos entre o 'sempre' bom e 'sempre' mau. Não m parece q tal exista, nem s é sempre um nem outro integralmente, temos todos um pouco de cada como na loucura, e nem sempre o q axamos q é bom ou mau o é efectivamente... Uma má solução ñ t define p a vida, foi uma solução q tives-t q optar naquele momento preciso, mas s contabilizares a quantidade de opções, pensamentos ou acções q tens q tomar durante todo um dia s calhar aquela é infíma na tua vida, ñ quero dizer com isto q ñ a sintas como má, mas s a sentes assim é pq a consideraste e s calhar noutra situação idêntica optas por outra... s fosse tudo sempre fácil, éramos todos perfeitos e ñ tínhamos oportunidade de mudar e crescer...

daqui quem tem esses dilemas e outros tb 'duros' de roer

Bjis