sábado, janeiro 26, 2008

os amigos

It's so easy now, 'cause you got friends
you can trust,
Friends will be friends,
When you're in need of love they give you
care and attention,
Friends will be friends,
When you're through with life and all hope is lost,
Hold out your hand 'cause friends will be friends
right till the end)
(Refrão de Friends Will Be Friends dos Queen)
Estava aqui a pensar como é bom estar com os amigos. Ainda que seja menos vezes do que antes. Ainda que seja a correr. Ainda que a conversa seja interrompida pelas solicitações, os choros ou as urgências das crianças. Na companhia dos amigos não nos sentimos avaliados. Sabemos que a nossa imagem ou as "asneiras" que, num impulso, nos escapam, não fazem diferença. Os amigos riem connosco, não riem de nós. Os amigos não procuram os motivos que os levam a gostar de nós, porque a amizade é uma espécie de fé - gosta-se e... pronto! Se perguntarmos a um amigo por que ainda nos "atura" apesar das nossas embirrações, diferenças, fraquezas e insucessos, sentirá dificuldade na resposta, porque as razões que nos prendem aos outros estão além do óbvio, do que é visível e quantificável - "O essencial é invisível aos olhos.", já dizia o Exupèry. Há tempos comentava com um primo, que é mais amigo do que primo, a necessidade de perder peso. Discordou: "Acho que não. Se tal acontecer, deixarás de ser tu."
Faço o balanço do dia que está prestes a terminar. Na minha agenda mental, rascunhara um conjunto de tarefas "obrigatórias". Troquei, sem hesitação, algumas pelo café do final da manhã com a L. - a amiga que ganhei há mais de trinta anos e com quem é sempre um prazer conversar - e pelo lanche do final da tarde com outros amigos. Num e noutro momento, a cumplicidade e a boa disposição anularam qualquer sentimento de culpa. A roupa por passar e o pó que esperem!

6 comentários:

ana maria disse...

É assim mesmo!
Bom Domingo!Com amizade!;)

Yashmeen disse...

Os amigos, especialmente os antigos, são pequenos tesouros.
Contudo, perder ou ganhar peso não nos muda assim tanto. Desde que te sintas bem, os amigos agradecem qualquer coisa que faças por ti. :D

Astor disse...

Na companhia dos amigos não nos sentimos avaliados. Sabemos que a nossa imagem ou as "asneiras" que, num impulso, nos escapam, não fazem diferença. Os amigos riem connosco, não riem de nós.

já disseste tudo!

bom domingo :)*

Carla disse...

Deep e o que faz a vida valer não são esse pequenos momentos na companhia dos amigos? Um brinde à amizade. Olha, a roupa espera mais um cadito :)

wandolas disse...

A minha "montanha" de roupa tb não diminuiu nada, o pó tb continua por lá.
Viva amizade.
Boa semana de trabalho,bjinhos.

Kokas disse...

E que tal uma visita a LISBOA? Não sei porquê mas este post fez-me lançar este repto. Porque será?

Aquele abraço