domingo, dezembro 16, 2007

porque o que importa é partir

Apesar do adiantado da hora, não resisto a partilhar convosco a modesta experiência da noite que agora termina. Vencendo a timidez e o nervosismo, acedi participar numa tertúlia dedicada a Miguel Torga e que teve como orador Ernesto Rodrigues, professor na Universidade Nova de Lisboa. Coube-me dizer (o termo "declamar" parece-me excessivo), ao som do violoncelo, o poema Viagem (que eu escolhi). Dizem ( eu não tenho noção, porque estava demasiado atordoada) que me saí bem. Fica o link para o poema, que já postei anteriormente.

2 comentários:

wandolas disse...

Fico contente por saber estas novidades,mas fico com pena de não ter estado presente...
Boa semana.

alexandrecastro disse...

que pena não ter sabido...para quando a declamação aqui neste seu espaço? beijinho