terça-feira, julho 25, 2006

DE RERUM NATURA*

Para variar, um dia fresco e com céu nublado. Manter-se-á assim? Hope so... Alheios ao destino / dos mortais/ além das nuvens/claras e sombrias/ vivem os deuses/ raros nas alturas/ livres de enganos/ dores nostalgias/ da morte vil/ que aos poucos nos invade;/ da chuva de átomos/ em que se evade/ indefinidamente/ a natureza (...)/ e acima desse/ mundo sempre em guerra / acima/ da miragem dessa terra repousam/ esquecidos nos meatos mais livres/ os celestes, mais beatos. * Título do poema de Marco Lucchesi, de que vos deixo um excerto.

7 comentários:

Araj disse...

Passei só para deixar um beijinho...

Rute disse...

Gostei...

Bjs

TsiWari disse...

livres de enganos.... GOSTAVA!

Carlota disse...

Manda p'ra cá esse tempo fresco e o céu cheio de núvens, POR FAVOR!

Obrigada. :)

Beijola.

pintoribeiro disse...

Vem na altura...bom dia, bjinho.

Barão da Tróia II disse...

Não conhecia, mas gostei.

Nilson Barcelli disse...

Gostei de ler o excerto do poema.
Tu à fresquinha e eu aqui cheio de calor. Algo está errado, pois aqui nunca esteve tanto calor e por tantos dias, ao que me dizem as pessoas locais.
A Carlota também deve estar para estes lados... não, está mais perto daí, está em Bruxelas e eu a mais uns 1.000 Km...
Beijinhos.