sexta-feira, junho 16, 2006

votos de bom fim-de-semana num poema

(Fotografia de mintegui)
As fontes

Um dia quebrarei todas as pontes
Que ligam o meu ser, vivo e total,
À agitação do mundo irreal,
E calma subirei até às fontes.

Irei até às fontes onde mora
A plenitude, o límpido esplendor
Que me foi prometido em cada hora, E na face incompleta do amor.
Irei beber a luz e o amanhecer, Irei beber a voz como promessa
Que às vezes como o voo me atravessa,
E nela cumprirei todo o meu ser.

Sophia de M. Breyner Andresen

5 comentários:

Belzebu disse...

"Calma subirei até ás fontes"

Isto é Sophia no seu melhor,o que não me surpreende. Parabéns pela escolha do poema e da autora!

Saudações!

Araj disse...

Óptima escolha...
Não sei a razão ,mas Sophia de M. Breyner Andresen nunca me despertou grande interesse ou paixão, contudo, por motivos profissionais, ultimamente tenho contactado bastante com a sua obra e estou a descobrir uma autora impar…


Bom fim-de-semana

rute disse...

Gosto muito dos poemas da Sophia. Obrigado por este momento.

Boa semana!

xana disse...

gosto da poesia da Sofia e gosto da poesia da vida!
E gosto de a encontrar também aqui, em ti!
Bom fim-de semana, deep.

xana disse...

olá deep...

gosto muito da pooesia da Sofia. Gosto muito da poesia da vida. E gosto de a encontrar aqui, em ti!
Bom-fim-de-semana, a ti e a todos aqui.