quarta-feira, abril 19, 2006

Somos seres irremediavelmente sós. Nenhum amor é bastante. Não chegam os abraços. Muito menos as palavras.

12 comentários:

Araj disse...

Que enorme verdade...
Por mais amigos, namorada, colegas... que tenha sinto-me sempre só...

MPR disse...

Discordo contigo... há amores que são o bastante... há amores que nos ultrapassam, nos completam e transbordam...

Carriço disse...

Eu acho que me chegava um amor. Um amor como o que, a certa altura, julguei ter...
Continuo a acreditar ser possível encontrá-lo!

Saudações

Sinapse disse...

mais ou menos
principalmente se nos entregarmos a essa verdade
melhor seguir a doce ilusão de que o amor, amigos, colegas, e bens materiais, nos vão resguardando dessa solidão existencial



aqui fica um :) a fazer-te companhia ...

Hipatia disse...

Mas é bom aprender a partilhar solidões :)

pinky disse...

é bem verdade somos individuos e individuais! temos que aprender a estar sózinhos, a gostar de nós, depois....depois vem tudo o resto!

astor disse...

Eu tenho fases. Ora me sinto acompanhado, ora sozinho.

E quando me sinto sozinho, até posso estar rodeado por muitos amigos, que o sentimento é o mesmo.

E quando chegas a casa e o silencio se "ouve" dás conta que.. estás sozinho(a).

Nilson Barcelli disse...

Eu só acho isso às vezes.
E porque há amores que bastam a quem os tem.
Claro que abraços e palavras são uma gota no oceano.
Beijos e bom fim-de-semana.

xana disse...

Mas olha que parece haver um amor incondicional dentro de nós, deep, que mesmo qd tudo nos parece abandonar, permanece, se nós o escutarmos , bem no silêncio da alma.Como uma vela que não se extingue, mesmo que ténue e frágil..
Olha, vou soprar-te um desabafo de S. João da Cruz. Rezamais ou menos assim:

"Não tinha luz nem guia
excepto aquela que
no meu peito ardia.
Segura, guiava-me.
Ela, que à luz do meio dia
vencia."

Paz e Bem!
Um abraço de amor.

Hipatia disse...

Voltei cá para pedir desculpa: perdoa ter esquecido dar os parabéns no dia certo!

Parabéns muito atrasados, envergonhados, mas sentidos :)

Beijinhos

aprendiz de viajante disse...

As palavras aliadas à imagem fizeram um post lindíssimo... e que grande verdade disseste!

Um bjo

anatema disse...

Repito la misma frase que la del primer comentario:

Qué gran verdad lo que dices.
Estamos siempre solos, sólo nos acompaña nuestro pensamiento. Es el único que no nos falla.