quinta-feira, abril 27, 2006

risco de naufrágio

Ontem o governo anunciou que haverá, já em 2007, profundas alterações nas reformas. O cálculo far-se-á pela esperança de vida que, segundo os entendidos, tende a aumentar. Até pode ser um facto, mas também se torna conveniente, não é? Infelizmente, como em tudo, a corda rebentará do lado dos mais fracos.

6 comentários:

Visi disse...

Os cálculos deles são sempre para os beneficiar...

pinky disse...

tá mau tá! não sei onde isto vai parar, cada vez mais as pessoas abandonam o País, qq dia não fica cá ninguém!

Aragana disse...

Sabes que é como na imagem, quem está no alto afunda-se sempre por último...
É a lei do que se lixe...

Araj disse...

Isto está uma grande m...., já não há paciencia para aturar estes tipos. Quero voltar para a ilha...

gala disse...

Obrigada :)
bom fim de semana ( vou ver se tenho cuidado com as calorias)

beijocas

Nilson Barcelli disse...

Não conheço os pormenores.
Mas sei que o país não tem dinheiro para tudo.
Será natural, por isso, que se cortem regalias aos que têm melhores condições actualmente.
Beijos.