domingo, março 19, 2006

hoje deu-me pra isto...

Apodreceram, arrumadas a um canto, as palavras adiadas. Ladeiam-nas, apodrecidos também, gestos que guardámos para depois. Sonhámos dar às palavras a frescura orvalhada de um novo dia, ajustar os gestos... Adiámos a tarefa: somos paisagem contemplada de uma janela baça.

8 comentários:

ASAAA disse...

bom dia linda. deu-te e deu-te mt bem!

Araj disse...

"Apodreceram, arrumadas a um canto, as palavras adiadas." Como te entendo...

astor disse...

nós temos costume de adiar.

alyia disse...

Ainda bem que te deu para isto :)

pinky disse...

as palavras nunca deveriam ser adiadas, só agrava tudo, as palavras deviam ser ditas qd sentidas.

MPR disse...

As palavras não ditas são como o dia não vivido, quando passa já não tem retorno...

spartakus disse...

percebo (te). b'dia.

Hipatia disse...

Devo ter algum problema com o media player. Buuuuuuáááááááááá