segunda-feira, fevereiro 13, 2006

os peixes amarelos

(Imagem e textos retirados de "A História Horrorosa dos Peixes Amarelos" de Clara P. Correia)
O que torna certas pessoas tão mesquinhas? Por que motivo insistem em usar os outros como armas ou escudos nas suas guerrinhas pessoais? Quando percebem que agressividade não é sinónimo de frontalidade? Pensarão colher respeito daqueles que as rodeiam?

10 comentários:

Miguel disse...

Tenho-me questionado sobre o mesmo.
Estranho mundo, estranhos seres...

Carlota disse...

A resposta a essas perguntas davam para uma tese.
Felizmente, conheço poucas pessoas a sim e não me dou com nenhumas.
Beijola

deep disse...

Miguel, acredita que, por vezes, me custa a entender esses seres, embora reconheça que também tenho os meus momentos de ser mazinha...

Carlota, felizmente conheço mais pessoas boas... mas há alturas em que não tenho alternativa...

Bjs para ambos e boa semana!

Araj disse...

O difícil é ter de lidar com essas pessoas todos os dias, por isso é que eu costumo dizer, meio a sério meio a brincar, que no trabalho sou a pessoas mais hipócrita que existe…

gala disse...

pessoas sem vida própria...o melhor é smp ignorar . Só podemos dar importancia ( leia-se ouvidos) ao ke é realmente importante - para nós. Vá Deep animo.... :) beijinhos

deep disse...

Araj, tal como tu, perto dessas pessoas também me sinto muito hipócrita, mas, apesar de tudo, como sinto essa hipocrisia necessária para se evitarem conflitos, o sentimento de culpa é menor...

Gala, quando escrevi esta postagem estava ainda com a cabeça quente, por isso as minhas palavras resultaram mais veementes. Felizmente, ao longo do dia, as pessoas com quem me fui cruzando valeram muito a pena...

Gala e Araj, beijinhos para e boa semana!

alyia disse...

Há coisas tão estranhas, mas tão estranhas, que não dá mesmo para explicar... nem entender.
(ou então sou eu que não sou muito esperta)

pinky disse...

as pessoas agressivas são geralmente pessoas pouco felizes, é pena que na maior parte das vezes não se deixem ajudar amargurando cada vez mais,eu acabo por só ter pena deles, nunca raiva!

aidil disse...

Sendo um pouco cabula subscrevo na integra as palavras do ou da pinky.

deep disse...

Alyia, não somos nós que não somos espertas, algumas pessoas é que fazem questão que passemos por isso...

Pinky e Aidil, penso que o problema reside mesmo no facto de as pessoas não saberem lidar com a amargura que acumularam em anos e que as torna profundamente infelizes.

Beijinhos para todas e boa semana!