segunda-feira, janeiro 30, 2006

procura

Percorro, como louca,
As ruas da cidade,
Prescrutando, em rostos anónimos,
Aquele sorriso,
Aquela voz,
Aquele gesto...

Procuro,
Mas nada encontro
Que me dê notícias
Do companheiro
Que perdi
Quando "amar"
Se conjugava no presente do indicativo,
Quando "nós" era a única pessoa possível...

Reinventei a gramática:
Omiti-lhe verbos e pessoas,
Fiz de "amor" sinónimo de "outrora"...

11 comentários:

ASAAA disse...

obrigado!

pinky disse...

one day he´ll come along.....

Joca disse...

Boa noite...

"Reinventei a gramática:
Omiti-lhe verbos e pessoas,
Fiz de "amor" sinónimo de "outrora"..."

Ia a passar e não consegui continuar a minha viagem...parei e sentei-me a divagar nas tuas palavras...

Espero que o teu relógio volte às horas infindáveis do amor...

Carlota disse...

Muito giro!
Parabéns!
(Sabes, eu não sou lá grande fã de poesia, mas este aqui é pequeno e faz sentido! É dos que eu gosto!)
:)

Miguel disse...

Nunca pares de "percorrer as ruas da cidade". Encontrarás o sorriso, a voz, o gesto que farão saudável a tua loucura. E o "amor" será então o presente do futuro.

aidil disse...

E dizes tu que não sabes escrever?!

deep disse...

Asaaa, eu é que agradeço... o incentivo, a confiança.
Pinky, um dia, "he'll come along"...
Joca, a poesia não é muito frequente em mim. De vez, em quando, saem uns desabafos.
Carlota, ainda bem que gostaste!
Miguel, não deixarei de percorrer esses caminhos, ms, por enquanto, devagarinho.
Aidil, quem dera!...
Bjs para todos

Araj disse...

Cuidado que o presente do indicativo, 1ª pessoa do plural “nós amamos” é muito idêntica à 1ª pessoa do pretérito perfeito “nós amámos”… Depois não omitas os verbos porque sem eles não tens acção e ela é necessária ao AMOR…

Pitucha disse...

Gostei muito!
Infelizmente faz muito sentido o teu poema.
Beijos

Desambientado disse...

Deep.

Por vezes andamos e não encontramos, é a poesia que nos juda a engradecer a jornada. Bela caminhada, apesar de sofrida.

Bom dia para si também.

gala disse...

Acho ke andámos distraídas...não será?...mas cm diz um amigo meu : ouve lá..tás a espera ke te venham tocar a camnpaínha?...por isso há ke prosseguir ...beijinhos