quinta-feira, outubro 27, 2005

The catcher in the rye

 
Há momentos, encontrei, por mero acaso, um blog em que se falava de The Catcher in the Rye (À Espera do Centeio, na tradução mais actual), de J. D. Salinger.
Subitamente, senti saudades de Holden, o protagonista, como de um amigo especial que não vejo há anos.
Quando li a obra pela primeira vez (depois disso devo tê-lo feito mais três ou quatro), apaixonei-me de tal forma por Holden que não queria de modo nenhum, se tivesse essa possibilidade, conhecê-lo para não quebrar o encanto.
De vez em quando, para matar saudades, pego no livro e releio umas passagens.

Sem comentários: